Pode ter barba na PM?

Pode ter barba na PM?

#ConheçaSeuExército – quando estão utilizando uniforme, os militares não podem usar barba. A única exceção é quando, por motivo de saúde, o militar é autorizado a usar barba temporariamente. Nesse caso, o uso do uniforme é restrito ao interior dos quartéis.

Quais são as patentes da Aeronáutica?

Em tempos de paz, os postos da FAB são: tenente-brigadeiro do Ar, major-brigadeiro, brigadeiro, coronel, tenente-coronel, major, capitão, primeiro tenente, segundo tenente e aspirante a oficial.

Qual a única família que pode usar barba no Exército?

General Manoel Theophilo Gaspar de Oliveira, membro da única família cujo oficiais tem autorização para usar barba, pois ele pertence á uma linhagem de Generais descendentes do I e II Império; D. Pedro l e D. Pedro II.

Quem pode usar bigode no Exército?

a. É permitido aos oficiais, Subtenentes e Sargentos o uso de bigode, desde que discreto, aparado, não ultrapassando as comissuras labiais, devendo constar da Carteira de Identidade do militar.

Quais policiais podem ter barba?

LER:   O que significa a sigla FATD?

Portaria nº 0211/2008 de 15 de Maio de 2008

  • FINALIDADE. Regular o corte de cabelo e uso de barba e de bigode pelos Oficiais e Praças da Polícia Militar, do sexo masculino.
  • CORTE DE CABELO. a. Oficiais, Subtenentes e Sargentos:
  • USO DE BARBA. É vedado o uso de barba aos Oficiais e Praças da Polícia Militar.
  • USO DE BIGODE.

Pode ter barba na Aeronáutica?

Os homens continuam proibidos de usar barba, cavanhaque ou barbicha. Bigode permanece permitido só para oficiais, suboficiais e sargentos, “desde que o comprimento não ultrapasse a parte de cima do lábio”.

Qual a última patente da Aeronáutica?

Tenente-Brigadeiro é o posto mais alto da Aeronáutica, tendo abaixo os seguintes postos, Major-Brigadeiro, Brigadeiro, Coronel, Tenente-Coronel, Major, Capitão, Tenente, Sub-Oficial, Sargento, Cabo, Soldado, Recruta.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo