Quais os pontos positivos e negativos do uso de transgenicos?

Quais os pontos positivos e negativos do uso de transgênicos?

Quais as vantagens e desvantagens dos transgênicos?

  • Capacidade de produzir sementes com maior qualidade nutritiva.
  • Aumento e melhoria da produtividade.
  • Maior resistência aos agrotóxicos, inseticidas, herbicidas e pragas, como insetos, vírus, bactérias e fungos.
  • Redução de custos de produção.

Quais os problemas que os transgênicos podem causar à saúde e ao meio ambiente?

A inserção de uma variedade transgênica em uma comunidade de plantas pode proporcionar vários efeitos indesejáveis, como a alteração na dinâmica populacional ou a própria eliminação de espécies não domesticadas; a exposição de espécies a novos patógenos ou agentes tóxicos; a geração de super plantas daninhas ou super …

Quais os pontos positivos e negativos do cultivo de transgênicos?

Mais de 95\% de todas as plantas transgénicas cultivadas para fins comerciais pertencem a quatro espécies: soja, milho, algodão, colza e arroz….Desvantagens

  • Poluição do ambiente;
  • Redução da biodiversidade;
  • Poluição genética;
  • Perigo para os agricultores.

Qual a relação entre os transgênicos e o meio ambiente?

Os perigos que os transgênicos podem oferecer ao meio ambiente são muitos. A inserção de genes de resistência a agrotóxicos em certos produtos transgênicos faz com que as pragas e as ervas – daninhas (inimigos naturais) desenvolvam a mesma resistência, tornando- se “super-pragas” e “super-ervas”.

LER:   Quantos acidentes de carro ocorrem?

Por que os órgãos ambientais se opõem aos transgênicos?

OGMs provavelmente provocam repulsa porque as pessoas veem a modificação genética como uma contaminação. O efeito é reforçado quando o DNA introduzido vem a partir de uma espécie que é geralmente considerada desagradável, tais como ratos ou baratas. No entanto, o DNA é DNA, independentemente de sua origem.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo