Qual a importancia dos retratos na Historia da Arte?

Qual a importância dos retratos na História da Arte?

Autorretrato é uma forma de registro em que o modelo é o próprio artista. Existe há muito tempo, pois é natural do ser humano a necessidade de deixar algum registro de sua própria imagem, mesmo depois de sua passagem pela vida.

Porque os retratos eram tão importantes para a aristocracia na época?

Nessas culturas, os retratos de governantes e oficiais importantes trariam um simbolismo de homenagem e de certa forma, eternização da imagem. No caso do autorretrato, parece haver esse mesmo sentimento de admiração voltado a si mesmo, um sentimento narcísico.

O que é um autorretrato Qual a importância da produção de autorretratos na história da arte?

A produção de autorretratos acompanha uma parcela considerável da história da arte. Não são poucas as vezes em que os artistas projetam suas próprias imagens no papel ou na tela, em trabalhos que trazem a marca da auto-reflexão e, por isso, tocam o gênero autobiográfico.

LER:   O que e uma escrita objetiva?

Como é definido o autorretrato na história da arte?

Autorretrato (pré-AO 1990: auto-retrato), muitas vezes é definido em História da Arte, como um retrato (imagem, representação), que o artista faz de si mesmo, independente do suporte escolhido.

Porque o retrato é considerado o grande luxo?

O retrato era, de forma geral considerada um símbolo de status, uma expressão de realização pessoal e uma forma de assegurar um lugar na prosperidade. No século XVII, era provavelmente por meio de um retrato quo o artista alcançava riqueza e fama.

Quando o retrato teve destaque?

O retrato se constituiu como gênero artístico autônomo no final do século XV e início do XVI. Nesse curto espaço de tempo, segundo Jacob Burckhardt (1818 – 1897), houve o triunfo de retrato histórico e a afirmação da independência do gênero do retrato, com o completo predomínio do retrato individual.

Será que as pinturas costumam representar os fatos como realmente aconteceram?

Muitas vezes exagerando suas glórias ou massacres, as pinturas históricas facilmente se tornam símbolos de uma geração e são usadas como iconografia para esses eventos do passado. O termo se aplica à pintura que representa fatos históricos, cenas mitológicas, literárias e da história religiosa.

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo